Emprego nos Estados Unidos: Posso Trabalhar na Minha Área?

Booking.com

Falar sobre emprego nos Estados Unidos é ter assunto para dias, afinal, existem muitos detalhes e poréns nessa possibilidade.

Participo de um fórum na internet sobre morar nos EUA.

Essa semana, uma mulher comentou algo lá que achei razoável falar sobre o assunto aqui no blog.

Ela dizia que quer muito morar nos Estados Unidos, mas só quer vir se for com emprego garantido e completou informando a profissão dela e do marido. Ou seja, ela deseja trabalhar na área em que formou na faculdade do Brasil.

Sendo bem sincera, ao ler o que ela escreveu, lembrei automaticamente da música do Blitz “… todo mundo quer ir pro céu, mais ninguém quer morrer…”.

Não é por maldade, mas começou à vir na minha cabeça essa música e o pensamento de como muitas pessoas são superficiais quando dizem que querem morar nos Estado Unidos. Não que seja o caso dela, até porque nem a conheço para dizer que é.

Morar nos Estados Unidos soa legal ao falar e até chique, dependendo do ponto de vista kkkkk. Mas brincadeiras à parte, a questão é, o que essa mudança de país realmente representa na sua vida e o que você está disposto a fazer por isso.

Não é impossível trabalhar na mesma profissão nos EUA, mas conseguir isso não é nada fácil.

Se sair do Brasil representa sua única esperança de conseguir uma vida melhor para você e sua família, talvez precisará ser menos exigente  😆 .

CLIQUE AQUI E LEIA TAMBÉM: 7 coisas que precisa saber sobre trabalhar nos Estados Unidos.

Então vamos por partes, para que entenda suas alternativas e o que estou tentando dizer…

Sou formado no Brasil, consigo emprego nos Estados Unidos na minha área?

emprego nos estados unidos -trabalhar-nos-estados-unidos

Para trabalhar nos EUA, na sua área de formação, será preciso em primeiro lugar ter o visto americano de trabalho, o H1.

Essa modalidade de visto é um pouco diferente das demais.

Nela, a empresa é quem providencia os documentos à serem apresentados à imigração.

Ou seja, você precisará encontrar uma empresa que te queira tanto na equipe que se disponha a solicitar seu visto e arcar com os custos do processo.

Na maioria dos casos, após encontrar a empresa, o candidato precisa passar pelo processo de aprovação.

O processo de aprovação, conhecido como loteria, funciona mais ou menos assim:

  1. O governo libera uma quantidade de vagas por ano para imigrantes trabalharem nos EUA;
  2. A empresa manda toda documentação do candidato para a imigração;
  3. A imigração insere os dados de todos os candidatos no sistema;
  4. O próprio sistema escolhe aleatoriamente as pessoas até completar a quantidade liberada.

As chances são maiores quando o candidato tem formação e experiência em áreas que faltam profissionais nos Estados Unidos. Mas de modo geral, é assim que funciona.

Quanto ao inglês, acho que nem preciso comentar, né?!

Uma outra opção é fazer algum curso de extensão nos EUA, como por exemplo um MBA.

UMA BREVE PAUSA...

ESTÁ GOSTANDO DO POST?! ENTÃO DEIXE SEU NOME E EMAIL PARA RECEBER AS NOVIDADES DO BLOG!

CONTINUANDO...

Nesse caso, o estudante ganha permissão para trabalhar algumas horas por semana na sua área, como se fosse estágio.

O único problema é que as horas são limitadas e o tempo de permanência no país como estagiário também.

Mas ainda assim, não deixa de ser uma alternativa.

O que fazer se não tenho visto ou autorização de trabalho?

emprego nos estados unidos - trabalhar-nos-estados-unidos-morar-nos-eua

Se você não tiver o visto de trabalho, infelizmente seu diploma não terá valor algum por aqui.

Por isso eu questionei no início do post, o que essa mudança de país realmente representa e o que você está disposto a fazer por isso.

Pessoas que assumem vir com o visto de turista e ficam fora de status, tem que prestar serviços por conta própria (jardineiro, babá, manicure, etc) ou precisam trabalhar sem documentação (o que conhecemos no Brasil como trabalhar sem carteira assinada) para se manter.

CLIQUE AQUI E LEIA TAMBÉM: Como morar nos EUA legalmente.

Pela lei, isso é errado e pode dar problema tanto para o empregado quanto para o empregador. Mas independente disso, muitas empresas contratam pessoas sem documento para vagas do chamado subemprego (garçom, motorista, valet, faxineira, etc…).

Acontece que nem todo mundo está disposto à abandonar a profissão no Brasil para trabalhar no sub-emprego nos Estados Unidos.

Hora de colocar as cartas na mesa…

emprego nos estados unidos-2

Sim, tem emprego nos Estados Unidos, mas como disse acima, existem duas situações.

Se conseguir o visto de trabalho ótimo, poderá escolher o emprego que quiser.

Porém, se vier como turista ou estudante terá que preparar-se para aceitar o que vier… não dá para ficar escolhendo.

Isso não quer dizer que não vale a pena. Afinal, se não valesse, não teriam milhões de imigrantes nessa situação.

Ainda que trabalhando no subemprego, o poder de compra nos Estados Unidos é bem maior do que no Brasil. Além disso, questões importantes como segurança, educação e infra-estrutura são outro nível também.

Sabendo disso, seja honesto com você.

Coloque todas as cartas na mesa, analise os prós e os contras e o que está disposto passar para poder dizer que mora nos Estados Unidos.

Não seja superficial, tome a decisão consciente. Será melhor para você e sua família.

Esse post pode ser útil para mais alguém, seja legal e compartilhe!Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInEmail this to someone

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *